Conheça O Ultrassom Morfológico E Saiba A Importância Da Sua Realização

Os resultados do ultrassom morfológico são obtidos a partir da emissão de ondas sonoras que, ao encontrarem a parede do corpo em estudo (no caso feto e anexos), os ecos do som retornam para a máquina, onde as imagens são formadas. Por meio do exame, é possível visualizar o feto por completo dentro do útero, detectando possíveis problemas no desenvolvimento como malformações estruturais e alterações de marcadores fetais para síndromes, sendo o mais conhecido a TN (translucência nucal).

O período indicado para a realização deste exame é entre a 11ª e 13ª (+06 dias) semanas de gestação (primeiro trimestre) e também entre a 20ª e 24ª semanas (2º trimestre).

O exame realizado no 1º trimestre é indicado para verificar as alterações em marcadores fetais para doenças genéticas, como a translucência nucal, osso nasal e o ducto venoso. Neste momento, também é avaliada a função cardíaca fetal e possíveis anormalidades útero-placentárias.

Já no 2º trimestre, o USG morfológico consegue eliminar aproximadamente 85% das possibilidades de malformações genéticas e estruturais. Nesse período, é possível estudar com detalhes os membros superiores e inferiores.

“Não existe nenhuma contra indicação para a realização do exame e toda gestante deve fazer o procedimento pelo menos uma vez durante os nove meses de gravidez. Entretanto, é extremamente recomendado que sejam realizados nos períodos indicados”, explica o ultrassonografista Dr. Eduardo T. Sampaio, do Mello Centro de Diagnóstico.

O USG morfológico analisa diversas características do feto, entre elas:

• A estrutura do rosto do bebê, sendo possível verificar a presença da fenda labial (lábio leporino).

• O tamanho e o formato da cabeça do feto. Neste momento, caso o bebê apresente alguma alteração de formação crânio – encefálica, já é possível fazer o diagnóstico. Como citado anteriormente, também é possível realizar a medida da translucência nucal, que pode indicar presença de doenças genéticas.

• A formação do coração do bebê, pois já é possível visualizar as quatro câmaras do órgão. O ultrassonografista consegue verificar se os dois átrios e ventrículos têm o mesmo tamanho, examinar as principais artérias e veias, além de visualizar se as válvulas abrem e fecham a cada batida do coração do feto.

Órgãos como coluna, estômago, rins, braços, mão e pés do bebê também são vistos na ultrassonografia morfológica, permitindo ao médico detectar malformações.

O exame permite ainda visualizar a posição da placenta. Geralmente, a sua localização é mais alta e, caso esteja baixa (chamada de placenta prévia), será necessária a realização de um novo ultrassom próximo ao parto para definir qual via de parto é indicada, vaginal ou abdominal (cesárea).

Caso o ultrassom morfológico seja realizado com doppler, normalmente no exame entre as semanas 20 e 24, o médico poderá detectar anomalias do fluxo sanguíneo nas artérias uterinas e, dessa forma, predizer possível alteração do crescimento fetal. Além disso é possível avaliar o cordão umbilical e seus vasos sanguíneos e avaliar o fluxo sanguíneo neles.

Como é realizado

O ultrassom morfológico só pode ser realizado dentro do laboratório. A paciente deita de barriga para cima e o médico espalha um gel transparente, que auxilia na transmissão das ondas sonoras para entre o corpo e a máquina, que exibe as imagens.

A duração do exame depende da dificuldade do médico ultrassonografista em acessar todas as estruturas fetais, podendo levar até 30minutos.

Após a realização do exame, a gestante não precisa ter nenhum cuidado especial, podendo retornar para suas atividades diárias normalmente. Além disso, estudos ao longo dos anos comprovaram que não há risco de efeitos colaterais e nem complicações para saúde da mãe e do bebê.

Valores

De maneira geral, a realização do ultrassom morfológico de primeiro e segundo trimestre é coberta pelos planos de saúde. Porém, cada gestante precisa confirmar qual a cobertura da sua operadora de saúde, podendo optar por realizar o exame de forma particular. O valor do exame no Mello Centro de Diagnóstico é R$ 176,76 reais e pode ser agendo pelo telefone (11)5014-2199 ou pelo site. (agendamento@mellodiagnostico.com.br) O USG Morfológico pode ser realizado nas unidades X, Y e Z. Caso seja da vontade dos pais, é possível solicitar a gravação das imagens do exame em um DVD.

Compartilhe Esta Notícia